Alerta máximo: Supervulcão adormecido nos Estados Unidos pode entrar em erupção mais cedo do que imaginávamos

Views:
101

 

supervulcão Yellowstone, nos Estados Unidos, pode entrar em erupção de forma terrivelmente poderosa, expelindo mais de 1.000 quilômetros cúbicos de rochas vulcânicas e cinzas de uma vez.

A erupção pode cobrir de cinzas áreas significativas dos Estados Unidos, e tem potencial para mergulhar a Terra num “inverno vulcânico”.

A última grande erupção do Yellowstone aconteceu há 631 mil anos. Até agora, os cientistas acreditavam que a “acumulação” destas erupções levava milhares de anos.

No entanto, pesquisadores da Universidade do Estado do Arizona, que analisaram rochas em Yellowstone, afirmam que o processo pode demorar apenas décadas.

O supervulcão Yellowstone pode mudar a vida em nosso planeta por séculos. Felizmente, a NASA tem um plano para lidar com esta enorme área geotermal e prevenir uma potencial catástrofe.

A NASA afirmou que as erupções do supervulcão são mais ameaçadoras para a Terra do que qualquer asteroide.

A aluna de pós-graduação, Hannah Shamloo disse: “É impressionante como é curto o tempo necessário para que um sistema vulcânico adormecido, possa entrar em erupção”.

“Nós esperávamos que os processos pudessem levar milhares de anos até a erupção,” disse Christy Tillat, da Universidade do Estado do Arizona, em uma entrevista para o New York Times.

De acordo com os pesquisadores, as chances de um supervulcão entrar em erupção em um futuro próximo ainda são muito pequenas – mas as forças que controlam estes eventos tão raros podem se mover mais rapidamente do que imaginávamos.

Rob Waugh

Você poderá gostar também
Share

Paulo Gustavo

Um carente, que gosta de curiosidades e terror se for mais bizarro o assunto melhor ainda. Me interesso por temais polêmicos. Não tenho religião nem sou ateu, pois acredito num Deus sobrenatural. Tem dois sites o www.blogpaulogustavo.com.br e o megaestranho.com

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *